18 novembro, 2008

Menina albina é decapitada em crime ritual no Burundi

Uma menina albina de seis anos foi decapitada no Burundi, onde já chega a três o número de assassinatos desde setembro em crimes rituais envolvendo albinos.

Segundo o chefe do povoado de Kinyinya, Réi Sengiyuma, um grupo de bandidos armados com fuziz atacou no domingo a casa de uma menina albina de seis anos chamada Cizany, em Bugongo (220 km ao leste de Buyumbura), e a decapitaram antes de cortar suas pernas e braços.


Um homem e uma adolescente albinos (anomalia genética que provoca a ausência total da pigmentação na pele e no cabelo) foram assassinados no final de setembro em Ruyigi por motivos relacionados com práticas de bruxaria.


As autoridades colocaram em andamento o reagrupamento de todos os albinos da zona para protegê-los.


O assassinato da menina acontece num contexto de recrudescimento de crimes rituais contra os albinos na Tanzânia. Neste país vizinho do Burundi os membros e os órgãos dos albinos são utilizados em práticas de bruxaria para fabricar amuletos de boa sorte para os garimpeiros de ouro.


Pelo menos 27 albinos, em sua maioria mulheres e crianças, foram mortos em vários países do leste África durante 2008.
Fonte: G1

2 comentários:

Bruja disse...

Pela Deusa..
Mas de maneira alguma isso é um ritual!! denigre a bruxaria, nos envergonha.
aliás a decaptação desses albinos, se dá devido a algo que conheçemos..
"Preconceito, Racismo".

Aliás,aconteçimentos em países como África e índia,sempre que aconteçe algo do genêro é por conta considerado ritaul de magia negra.
Mídia, sempre distorcendo os fatos!

Bruxa Lívia disse...

Que Absurdoo....!!!