20 novembro, 2007

Como Lidar com os Agressores


Em primeiro lugar, ter presente muita COMPREENSÃO.


As religiões que pregam "verdades únicas" ou "o deus único" muitas vezes, como entre cristãos e muçulmanos, são embasadas em atividades de conversão.


O que isso significa?


Significa que para elas, é corretíssimo e significa a obediência a ditames imprescindíveis de sua religião, que eles convertam as pessoas a sua própria religião. Então, desde os mais calmos, até os mais fanáticos TODOS eles, não obstante se harmonizem com a idéia de que possam existir religiões diferentes, CRÊEM PIAMENTE QUE SÓ A RELIGIÃO DELES É "A CORRETA" E, PORTANTO ACREDITAM ESTAREM FAZENDO UM BEM A VOCÊ TENTANDO AFASTÁ-LO DA BRUXARIA.


Obviamente, isso não justifica o desrespeito à sua escolha, MAS, é claro que até o cristão mais liberal (se for mesmo cristão e agir de acordo com sua religião) será também alguém que é um catequizador em particular, tentará fazer você "mudar de lado", no dizer deles.


Por isso, não se assuste: se você for obrigado - e todos nós somos - a conviver com o papo de evangelização, acostume-se a calá-lo com frases bem colocadas e gentis, mas firmes.


Imaginemos um diálogo:


“Você precisa ler a Bíblia e largar a bruxaria. Você precisa aceitar Jesus” ou coisa assim. Responda: "Sinto muito, tenho minha própria crença e não vivo a mitologia judaico-cristã”.


Ou "Sou uma Sacerdotisa de minha religião e meu sacerdócio é minha livre escolha".


Ou dê uma tirada de bom humor: “- A bruxaria é falta de Deus em seu coração” ·


Diga: “- Ih amigo, acho que é excesso, eu tenho um monte de Deuses e Deusas em meu coração!”


Normalmente a seriedade ou a brincadeira terá o efeito de você ser deixado em paz.

Um comentário:

Nana disse...

pois eh, guinevere...a gente escuta tanta coisa a respeito da bruxaria, né? td mundo kerendo converter a gente... mas ainda bem q nos entendemos e levamos isso numa boa...
mil beijoks!