27 agosto, 2006

Éticas Wiccanas e Bruxaria Tradicional




Éticas Wiccanas são principalmente baseadas em uma regra: a Wiccan Rede, "faça o que tu queres desde que não prejudique a nada nem a ninguém".

Um verdadeiro seguidor do caminho Wiccan saberá que isto não se traduz em "faça o que queres".
O "desejo" é o caminho escolhido após reflexão cuidadosa, e não somente pelo capricho da hora. O descobrimento de sua verdadeira vontade é parte do caminho que o leva ao esclarecimento espiritual, tolerância, o servir ao Universo, e em última instância, uma vida de realizações.
A segunda característica muito importante é em relação à ética Wiccan, que está na Lei de Tríplice, que diz que o que você faz voltará a multiplicado por três (com três vezes a energia).
Isto é um princípio de karma que tem origem em religiões orientais e substitui o conceito de pecado e retribuição encontrado no cristianismo.
Em outras palavras, se você machuca alguém, você será punido em retribuição - e isto, multiplicado por três.

Na Bruxaria Tradicional não há nem a Wiccan Rede nem a Lei Tríplice. Não há nenhum teste de moralidade, apenas de responsabilidade pessoal e honra. Também não há nem bem ou mal, só intento.
Humanos têm a habilidade para tomar decisões e atuar por elas, e podem escolher e agir com boas ou más intenções.
A Bruxaria Tradicional não delimita leis sobre quais as ações ou intenções que são más, mas os seguidores deste caminho são responsáveis por elas.
Em condições práticas, significa que o uso de maldições, feitiços e semelhantes não reage ao princípio.
Se provocada ou ameaçada, a Bruxa Tradicional pode agir para a autopreservação ou a proteção da família e da casa. Estes são considerados atos honrados. E mesmo que haja conseqüências negativas, a Bruxa Tradicional está disposta a sofrê-las.

Um comentário:

paula disse...

Estou adorando este blog,tenho muitas duvidas
Agora estou voltando a estudar tudo sobre wicca,espero q possa me ajudar tirando ainda mais , minhas duvidas....
bjos
Amarantha