14 setembro, 2006

Mulher , o caminho mágico




Perguntas que todos os seres humanos deveriam se fazer são :


Porque existe o machismo ?
Do que os homens tinham tanto medo para subjugar a mulher por tanto tempo ?
Por que mantê-las ignorante ?
Qual o papel da religião dos séculos passados nisso ?
Quem comandava essas religiões ?
Para poder se ter idéia do que é explicado nas entrelinhas aqui vão algumas partes de textos retirados do livro : "O poder da Bruxa” - Laurie Cabot
... "De acordo com algumas tradições , Merlin aprendeu suas artes com a Deusa, disfarçada de Dama do Lago, ou Viviane (Aquela que vive). Como Morgana, a Fada, ela foi convertida numa feiticeira perversa por autores cristãos, na esperança de desacreditar a crença céltica em Merlin...Os principais sacerdotes e sacerdotisas dos celtas eram os druidas. A palavra druida é derivada do grego dryad, um espírito da natureza ou ninfa do carvalho. O termo era também aplicado às sacerdotisas de Ártemis e a Deusa da Lua das Amazonas...As sacerdotisas druidas da Grã-Bretanha estavam divididas em três classes. A classe mais alta vivia em regime de celibato em conventos. Essas irmandades alimentavam as fogueiras sagradas da Deusa e foram assimiladas na era cristã como monjas. As outras duas classes podiam casar e viver nos templos ou com seus maridos e famílias. Eram servas e acolitas nos ritos sagrados da Deusa. Com o advento do cristianismo, foram chamadas de BRUXAS...Os Deuses solares tornaram-se os heróis e as Deusas da Terra e da Lua passaram a ser as vilãs, e muitas das velhas histórias foram rescritas e revista para refletir essa mudança de consciência. Em muitas delas a Deusa, ou o poder feminino, é identificada como uma serpente ou um dragão...Essas histórias persistiram mesmo em tempos cristãos, onde encontramos São Jorge matando o dragão na Inglaterra e São Patrício expulsando as serpentes da Irlanda... A mitologia sacra começou refletindo um dualismo que era provavelmente desconhecido em tempos neolíticos ou estava certamente relegado para um papel secundário no esquema das coisas. Sol e Céu opostos a terra e a Lua, a Luz oposta as Trevas, A vida oposta à Morte, o Masculino oposto ao Feminino. Antes todas as coisas eram parte da Grande Mãe...Não era uma questão de Bem contra o Mal. Cada coisas tinha aspectos positivos e negativos, todos eles ingredientes necessários na Grande Roda da Vida Criada...”

3 comentários:

Fabi GG disse...

Guinevere, que legal você ter passado lá pela minha casa...
Apareça quando quiser.
Achei seu blog muito instrutivo... sei que as pessoas caem no meu por conta do título. Mas eu sou uma 'bruxa' também. De um jeito diferente do que o paganismo e a wicca entendem. Mas uma bruxa de alma. Que respeita sempre a natureza e procura sempre viver sob a lei tríplice.
Um abraço pra você e que os deuses te acompanhem e guiem. Blessed be!!

Anônimo disse...

Hoje tive o doce prazer de conhcer este espaço.Tenho também a alma de uma bruxa.Saudo a todos desejando harmonia.
Aradia

wicky disse...

vou levar este texto para publicar


um beijo para ti