05 maio, 2008

Duas mulheres são mortas por 'bruxaria' em Papua Nova Guiné

Duas mulheres são mortas por 'bruxaria' em Papua Nova Guiné

Aldeões fizeram "julgamento popular" e torturam as vítimas.Segundo jornal, família de rapaz acusou mulheres de terem o enfeitiçado.

Duas mulheres da região montanhosa de Papua Nova Guiné foram torturadas e queimadas vivas após um "julgamento popular", informou neste sábado (3) uma rádio neozelandesa. Uma das vítimas era casada e tinha quatro filhos. A outra era avó.
O incidente ocorreu em uma aldeia na província de Western Highlands, onde a família de um homem acusou as duas mulheres de terem usado "bruxaria" contra ele. Ele foi internado no hospital local com queixas de dores por todo o corpo e acabou falecendo, informou o jornal papua "The National" em sua versão online.
Quando a família foi comunicada da morte do rapaz, procurou as mulheres. Elas foram amarradas em cordas e torturadas antes de serem trancadas dentro de suas casas em chamas.

"Acabamos de retornar do local. A casa ainda estava em chamas e os corpos continuavam em seu interior. Toda a população presenciava o drama", disseram as testemunhas Paulus Tepra e Kuri Kuimbil, segundo a agência Efe.

De acordo com reportagem do "The National", os aldeões acreditavam que as mulheres usaram poderes mágicos para "retirar o coração do rapaz" e causar sua eventual morte, porque ele teria se recusado a doar dinheiro.


fonte:G1

3 comentários:

Anônimo disse...

Em pleno sécXXI, os homens ainda fazem as mesma babaries da idade média.Pô mulheres novamente morrem queimadas é o cumulo.E nós é que somos "do mal".

Litha disse...

Gostaria de ter as fontes dessas noticias. Isso é muito sério e precisa ser divulgado mas, precisamos de provas da sua veracidade. Se possivel publique. bjs Litha

Loba, a Keila disse...

É difícil de aceitar, mas o que nos resta, senão crer que todas as catástrofes e problemas pelos quais estamos passando tende a nos ensinar o respeito e o cuidado?

BeijUivoooooooooossssssss, minha Bruxinha